O item de segurança obrigatório nos veículos, cinto de segurança, tem a função de prevenir lesões que podem ocorrer principalmente na região do pescoço e coluna. Ele é responsável em minimizar pancada, “brecada” que são resultados de freadas bruscas, por isso, são de uso obrigatório por todos os ocupantes do veículo e responsabilidade do motorista em assegurar que todos o utilizem, inclusive, aqueles que sentam no banco de trás.

O interessante é que com esta inovação em adicionarem airbags ao cinto de segurança, tornou-o mais seguros, e já tem alguns carros que estão saindo de fábrica com cintos de segurança infláveis, melhoria que foi desenvolvida e patenteada pela Ford a qual conseguiu aliar air bags a cada cinto de segurança dos passageiros no banco de trás. Conforme relatos da montadora Ford, os cintos de segurança foram melhorados pensando especificamente nos passageiros que sentam na parte de trás do veículo. Este pensamento surgiu devido a situações, durante um acidente, em freadas inesperadas, é comum que ocorra um deslocamento lateral, principalmente em caso de colisões, sendo perigoso para mais de um ocupante no banco de trás.

Segundo especialistas, todos os passageiros ocupantes da parte de trás do veículo, mesmo utilizando adequadamente o cinto de segurança, e ainda assim o veículo seja dotado também de air bags na parte de trás, isto não significa que os ocupantes estão totalmente protegidos em casos de acidentes, por isso, a Ford, viu a necessidade de colocar air bags em cada cinto.

Esta inovação nem é tão nova assim. O 1 º carro já fabricado com os cintos de segurança infláveis, foi o Explorer no ano de 2011 da Ford, vendido nos Estados Unidos. Provavelmente outro carro que pode ser adquirido, futuramente, com esse item a mais de segurança, será o Fusion, mas, por enquanto também vendido apenas nos Estados Unidos!

Mas não se desesperem motoristas! Se seu carro tem air bags de série, apenas no banco da frente, podem ficar tranquilos pois esses itens de segurança cumprem o prometido que é a proteção do motorista e também do carona. E como as montadoras sempre estão se empenhando em oferecer maior conforto e segurança para os ocupantes, os cintos de segurança infláveis, em pouco tempo, farão parte dos itens mais indispensáveis e procurados pelos consumidores, independente do valor do veículo!

Mesmo no Brasil, um dos únicos carros, até agora, que vem com cintos de segurança infláveis, é o Classe S, o sedan da montadora Mercedes-Benz, o qual é comercializado como item de série em todas as versões do modelo.

Veja o como o cinto inflável irá funcionar:

Fonte: Automais oficial

Sistema de Segurança estendido para motociclistas

O melhor do sistema desenvolvido de airbags nos cintos de segurança é que pode ser aplicado a motociclistas, em coletes e jaquetas. O bom dos cintos de segurança infláveis é que também amortecem quedas, muitas vezes inevitáveis para motociclistas. Por isso, um sistema semelhante vem sendo aplicado a coletes os quais têm bolsas infláveis embutidas, sendo que na maioria dos acidentes, onde foi usado um colete como esse, o motociclista teve apenas lesões leves.

O interessante é que essas bolsas, jaquetas ou coletes infláveis, funcionam a partir de sensores que são instalados na moto. A partir do momento que o piloto começa a cair, perdendo o controle, esses sensores acionam as bolsas que se inflam e evitam a colisão do motociclista ao solo e até com outro veículo, protegendo órgãos vitais como cabeça, peito e coluna.

Esta tecnologia já está no mercado e continua em desenvolvimento para melhorar cada vez mais, tanto que essas jaquetas inicialmente são acionadas por sistema mecânico, fios conectores. Já evoluíram para sistema de comunicação Bluetooth.

Veja um exemplo sobre a jaqueta inflável sem fio clicando aqui   >>   www.motocenter.blog.br/sistema-de-airbag-de-jaqueta

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual ou certificado de garantia.